Linux pode ser usado por todo mundo! Escolhendo o seu primeiro Linux.


Conhecendo um mundo diferente

Olha o que é possível fazer com linux:

O vídeo que você acabou de ver são os efeitos 3D do Ubuntu, um dos Linux mais fáceis de usar. Você também pode fazer isso!

Muito Legal! Primeiro se liberte de uma noção antiga…. de que Linux é difícil, é só uma “tela preta” com comandos e só conseguem usá-lo especialistas, profissionais de informática, hackers, nerds… Não tem onde clicar, tem que ser gênio dos computadores para instalar e usar. Esqueça isso! Isso foi a muito tempo. Os tempos da “tela preta” do Linux e de seu antecessor, o Unix, se foram, ninguém usa mais só “tela preta”, nem os hackers. Para você ter uma ideia, nem o inventor do Linux (o finlandês Linus Torvalds) usa mais só a “tela preta” de comandos. Ele disse que agora usa Fedora com KDE (KDE é um tipo de ambiente gráfico) e que acha KDE bonito. “Oba! Acabei de conhecer o Linux…. e dá para eu usar?” “Legal! Que Linux vou usar?” Uma dica: o mais interessante é que você conheça e experimente vários “Linux”, até encontrar um que goste mais ou o que ache mais fácil, ou o que achar mais bonito… É como um time de futebol, cada um tem o seu, e ainda, é como se pudesse dirigir o time, ser o técnico, porque aqui aparece outra diferença: no Windows você troca o papel de parede… no Linux você troca tudo, se quiser, parece outra coisa! Vamos ver, vamos entrar nesse mundo diferente…

Como eu começo?

Os Windows são todos iguais, o Linux porém tem centenas de “sabores”, centenas de opções, para todos os gostos, para todo mundo!

Para muitos iniciantes, ingressantes no mundo Linux, isto facilita. Para outros, porém, pode deixá-los indecisos. O “Linux” de uma maneira geral é simplista, é um sistema operacional, como o Windows. É um substituto do Windows, na maior parte dos casos, gratuito e livre, você pode pegar, usar e até modificá-lo, e não precisa pagar nada por ele. Os “Linux” se constituem de um núcleo central (Kernel, Linux propriamente dito) e todos os aplicativos, telas, gráficos e programas que o acompanham (GNU). Chamamos os “Linux” de distribuições (GNU + Kernel Linux) ou simplesmente, abreviando, “distros”. Os programas, os que você chama “softwares” (em Windows), no Linux, a gente chama de pacotes, porque geralmente vem empacotados, comprimidos em formatos instaláveis ou compiláveis. Como vimos (página 1), os Linux podem ser muito diferentes, é como um mundo novo. Portanto, escolha alguns Linux para você testar. Exemplo: Se você sempre usou Windows até agora… você sabia (ou poderia dizer) que todos os “screenshots” abaixo foram tirados do mesmo computador e do mesmo Linux? Não são micros diferentes e nem distribuições diferentes:

Não parecem ser outra coisa? Totalmente diferente? O seu Linux também pode ser modificado e ficar assim! Ainda, com o Linux, você também pode fazer coisas assim:




Quero mais algumas dicas antes de começar…

Mas você prefere ter umas dicas antes de escolher! Vamos facilitar um pouco… responda para você próprio essas perguntas ou dúvidas:

Quero usar só distros brasileiras!

BigLinux, Resulinux, Epidemic Linux, Metamorphose, Succi, Tatuí Linux, DreamLinux, GoboLinux, Goblinx, Litrix, Librix, Fenix, Satux, BrLix (antigo Famelix), Poseidon. Veja também várias distros brasileiras:

Não faço questão que a distro seja brasileira.

Então tem muitas opções, veja por exemplo:

Outro exemplo, procure na busca do VOL pelo bom Basic Linux, tem muitos links. Há Linux de todos os continentes, quase todos os países do mundo, desde Estados Unidos (Debian, Slackware, Fedora, Gentoo etc), Irlanda do Sul (Mint), Itália (Hymera, Sabayon), Argentina (Ututo), Alemanha (OpenSuSE, Toorox), França (Mandriva), México (Estrela Roja), Portugal (Caixa Mágica, Alinex) até… Ilha dos Homens (Ubuntu, Kubuntu), Indonésia etc. Isso mesmo, Ilha dos Homens! A distro mais conhecida e utilizada no mundo, Ubuntu… é da Ilha dos Homens (Isle of Man), um pequeno país, uma dependência da Corôa Britânica no Mar da Irlanda, onde fica a sede da Canonical Ltd., mantenedora e patrocinadora do Ubuntu. Seu criador, Mark Shuttleworth porém, é cidadão de origem britânica nascido na África do Sul.

Você quer distros clássicas, tradicionais e/ou de base, de raiz? Muito conhecidas? Sim!

Então tente Debian, Slackware, Ubuntu, Mandriva, Fedora, Red Hat, OpenSuSE ou Gentoo

Não, prefiro as novas ou as derivadas!

Então use Mint, Elive, DreamLinux, Sabayon, Hymera, CentOS, Satux, Sidux, Zenwalk, BigLinux, Succi, Metamorphose, Poseidon etc ou centenas de outras opções.

Para ficar mais fácil, precisa parecer com Windows?

Experimente BrLix (antigo Famelix) , Satux, Sange (antigo Vixta), PCLinuxOS. Mas Linux tem muitos outros tipos de telas possíveis, os ambientes gráficos:

Prefere ambiente gráfico GNOME? Ou KDE? Ou os outros (E17, XFCE, LXDE, Fluxbox, Openbox etc)? Quer ter todos os ambientes gráficos, instalados ou instaláveis facilmente e escolher em qual ambiente vai iniciar sua sessão Linux? Também aqui você tem ampla escolha…

Muitos, ou todos os ambientes gráficos, para poder escolher ao usar, e com tudo já pronto? Tente com Sabayon, Mandriva Free Spring, Mandriva Powerpack, Fedora ou OpenSuSE! Você quer já ter muitos pacotes pré-instalados para não ter muito trabalho? Experimente: BigLinux, DreamLinux, Sabayon, Mandriva Free Spring, Fedora, Metamorphose, OpenSuSE, Ubuntu, Mint, Kubuntu, Ututo… Você quer bastante coisa instalada, mas não necessariamente tudo? Tente Resulinux, Red Hat, Epidemic Linux, Poseidon, Elive, Tatui Linux, Mandriva One, Toorox, MEPIS, Ubuntu, Kubuntu… Ao contrário, Você quer distros pequenas, ou prefere instalar só os pacotes ou programas que quer usar, um por um? As distros boas para você são o Slackware, Slax, Arch Linux, Debian, Gentoo, Zenwalk, Sabayon Core Edition, ou as distros minimalistas, como Damm Small, Succi, Vector Linux, Simple MEPIS, Basic Linux, Puppy, Crux. Você deseja usar Linux muito estável, que vai funcionar por um tempão, não faz mal que você não use pacotes muitos novos? Tente Mandriva One, Debian, Ubuntu, Slackware, Sabayon, todos sem atualizar muito. Você prefere usar pacotes novíssimos, atualizar tudo para ficar com a distro bem moderna? Use Sabayon, Gentoo, Arch, Funtoo, Mandriva Free Spring, Fedora e atualize frequentemente. Em muitas distros as atualizações podem ser feitas intuitivamente, a partir de uma interface gráfica. De início você não precisa nem usar linha de comandos! Também não se preocupe muito com obter o Linux em português do Brasil. A maioria das distros é multi-linguagem, inclusive português brasileiro. Após escolher a distro, dê mais uma olhada na busca do VOL pelo nome da distro, pois há muitos outros links adicionais além dos já citados. Exemplo Arch Linux, uma distro importante, tem vários artigos e dicas publicadas aqui. Durante os testes com o seu novo Linux, também consulte no VOL (Viva o Linux) e a comunidade Linux, qualquer dúvida que você ainda tenha, estamos aqui para ajudar. Seja mais Livre, experimente Linux, use Linux!

Duas filosofias

Respondidas essas perguntas iniciais, muita dessa escolha do Linux ideal para você pode ser facilitada e sumarizada por duas filosofias fundamentais: A) Você está começando agora, ou quer um Linux fácil de instalar e usar, que não dê muito trabalho. Linux completo e fácil, para poder navegar na rede, para ver vídeos, fotos, ouvir música, se divertir? Use Ubuntu, ou a maior parte dos Linux brasileiros, use Kubuntu, Fedora, Mandriva, Mint, Litrix, OpenSuSE, Sabayon, Elive, Hymera etc. Você tem muitas escolhas, mas não atualize tanto sua distro. Você precisa atualizar o que usa muito, como o navegador Firefox (substitui o Internet Explorer), o OpenOffice, BrOffice, Abiword (substitutos do MSOffice), o aMSN, Kopete, Emesene, Mercury, Pidgin (substitutos do MSN e do ICQ), e não necessariamente precisa atualizar os arquivos de sistema. Se você vai navegar, teclar na rede, baixar músicas, ver vídeos, DVDs, ouvir rádio, atualize os tocadores (Kaffeine, Amarok, Audacius, Totem Exaile, etc) e P2P-fileshare (Amule, MLDonkey, Limeware, Frostwire etc). Não se preocupe em atualizar Python, compiladores, Grub, ou kernel. Atualizações críticas em Linux costumam ser o kernel e arquivos ou diretórios de configuração e/ou usados durante o boot, como OpenRC, mdev, udev, INIT, resolv.conf, make.conf, grub, menu.lst etc. Também arquivos relacionados a linguagens de programação, interfaces gráficas ou compiladores como Python, GCC, QT, GTK, XOrg, Ruby, make e cmake, autoconf etc. Também os drivers e módulos de Kernel como NVIDIA ou ATI. B) Você é um usuário mais experiente, ou quer um Linux muito personalizável, mesmo sendo mais difícil de usar, ou quer testar aqueles pacotes ou kerneis novíssimos, que saíram a dois dias atrás, e não se importa de ter problemas na configuração, porque sabe como resolvê-los ou quer aprender a resolvê-los? Não faz mal se o seu Linux de vez em quando, parar de funcionar, você resolve? Então escolha Arch Linux, Slackware, Gentoo, Zenwalk, Debian SID, Sidux, Lunar, e/ou distros atualizáveis permanentemente via rede (“Rolling Release”) e com pacotes instáveis e novíssimos (“Bleeding Edge”) como Sabayon atualizado unstable, Gentoo, Fedora muito atualizado ou Mandriva Free Spring com repositórios “testing” e “backports” ativados. Tem Linux para todos os gostos! Linux para todo o mundo! Até extremos… Você quer Linux bem fácil? Use Mint, Ubuntu, Kubuntu, Resulinux, Epidemic, BrLix, Metamorphose, Poseidon, Sange e muitos outros. Não importa que seja difícil, ou muito difícil, desde que muito configurável, adaptado para sua máquina ou que fique com a sua cara? Tente Gentoo, Lunar, Slackware, Crux, Arch Linux, Debian clássico, Debian SID, Sidux, Sabayon Unstable Branch, Toorox, Ututo. Você quer Linux diferente dos clássicos tipo Debian como Ubuntu? Outros tipos? Use Arch, Sabayon, Slackware, Crux, Gentoo , Red Hat, Fedora, Mandriva, Funtoo, Sange, ZenWalk, CentOS, OpenSuSE.

Conte-nos o que achou...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: