Script para redução em lote do tamanho de imagens

Este script realiza a redução em lote do tamanho das imagens localizadas em um diretório e grava a imagem reduzida em um outro diretório indicado na linha de comando.

O script aceita/requer três parâmetros para sua execução: a pasta de origem (onde se encontram os arquivos a serem reduzidos), a pasta de destino e o fator de redução da imagem.

Segue o script:

#!/bin/sh
  
  if [ -z $1 ] # se for nulo o primeiro parametro passado para o script
  then
  
  echo "\n Script para reduzir tamanho de imagens (*.jpg)
  Converte todas as fotos (*.jpg) da pasta indicada para uma pasta indicada.

  Indique uma pasta para os novos arquivos que serao criados.
  Os novos arquivos terao os mesmos nomes.
  CUIDADO: Os arquivos originais somente serao alterados caso voce
  indique a pasta de destino igual a de origem.
  E' necessario o programa *ImageMagick*

  Parametros:

  fotoDiminuir <origem> <destino> <porcentagem>

  <origem> caminho de onde as fotos estao 
  <destino> caminho de destino para fotos menores
  (se a pasta de destino nao existir, ela sera criada)
  <porcentagem> porcentagem desejada do tamanho da foto original.
  (Este parametro eh opcional)
  caso nao seja informado a nova imagem tera 50%

  Exemplos: 

  fotoDiminuir /pastaOrigem /pastaDestino 30 
  fotoDiminuir /pastaOrigem /pastaOrigem/menor 
  \n"
  
  exit 0
  fi
  
  # validar os parametros
  
  # validar existencia da pasta de origem
  if [ ! -d "$1" ]; then
  echo "\n erro: pasta de origem nao existe. "
  echo " $1 -> nao eh uma pasta valida"
  exit 1
  fi
  
  # validar se foi passado o segundo parametro
  if [ -z $2 ];then
  echo "\n erro: faltando a pasta de destino."
  echo " Voce deve informar uma pasta para as imagens alteradas."
  echo " Para ajuda, execute novamente sem nenhum parametro. \n"
  exit 1
  fi
  
  pastaOrigem=$1
  pastaDestino=$2
  porcentagem=$3
  
  
  # caso nao exista, criar diretorio de destino
  if [ ! -d "$2" ]; then
  echo " criando dir: " "$2"
  mkdir "$2"
  fi
  
  # por padrao reduz a imagem em 50%
  if [ -z $3 ];then
  porcentagem="50"
  fi
  
  for i in $(ls "$1"/*.jpg |xargs -n1 basename)
  do
  convert -resize "$porcentagem"% "$1/$i" "$2/$i"
  done
  
  exit 0

Referências:

Dicas-L

Anúncios

Localizando os arquivos maiores de um diretório com os comandos du e sort

Muitos comandos em sistemas GNU/Linux aceitam a diretiva “-h” ou –human-readable, que geralmente indica que o resultado deve ser gerado em um formato legível para humanos. Nos primórdios dos sistemas Unix/Linux, o resultado de comandos como du e ls era expresso em valores múltiplos de 1024 bytes, ou Kbytes. Sempre precisavamos fazer algumas continhas para chegar no valor correto.

Vejam dois exemplos do comando du, com e sem a diretiva -h:

$ du * | sort -nr
  20072   ./kde-queirozI9edRO
  12      ./CRX_75DAF8CB7768
  8       ./sni-qt_python2.7_2001-3kc5lW
  4       ./.X11-unix
$ du -h * | sort -nr
  20M     ./kde-queirozI9edRO
  12K     ./CRX_75DAF8CB7768
  8,0K    ./sni-qt_python2.7_2001-3kc5lW
  8,0K    ./pulse-UzNo0gdqJI6w
  4,0K    ./.X11-unix

O comando sort também aceita a diretiva -h, que significa –human-numeric-sort. Combinando o resultado do comando du com o comando sort, podemos obter listagens mais completas e voltadas para nossas necessidades mais imediatas.

O comando:

du -h * | sort -h

irá criar uma lista em ordem crescente de tamanho dos arquivos em um determinado diretório.

O mesmo comando poderia ser escrito também como:

du --human-readable * | sort --human-numeric-sort

Como o que normalmente nos interessa é localizar os arquivos que ocupam mais espaço em um determinado diretório, podemos reverter a ordem da listagem, colocando os arquivos maiores no topo da listagem.

Para obter esta listagem, basta reverter a ordem de exibição dos arquivos:

du -h * | sort -h -r
  19M     TerryTate.flv
  6,6M    1_Carlos_Aguerrea_Educacao_para_Paz.ppt
  2,6M    terry-tate.mpg
  2,0M    RELACOES.PUBLICAS.SECRETARIA.DE.SAUDE.2.ppt
  1,4M    Redefining_the_Warrior_2.ppt
  1,3M    comunicacao-empresarial-apresentacao-aulas.ppt
  984K    Setimo_Encontro_Carta_Terra_Mediacao_de_Conflitos_1255114782.ppt
  980K    oficina_comunic.ppt
  884K    nvc_1_.ppt

Referências

Dicas-L

Instalando Mozilla Firefox, Java e Flash no Debian 6 Squeeze 64 bits

Olá a todos, depois de muito tempo longe do blog, hoje mostrarei como instalar o Mozilla Firefox com Plugin Java e Plugin Flash no GNU/Linux Debian 6 Squeeze 64 bits.

Importante: O Firefox no site da Mozilla esta compilado para GNU/Linux 32bit ou x86. Então vai apresentar erros se instalado em versões GNU/Linux 64 bits. (sem suporte a flash e sem suporte a java).
Para que o Firefox funcione corretamente, você deve baixar a versão 64bits do FTP da propria Mozilla baixe aqui.

1) Baixe a versão 64 bits do Firefox aqui.

2) Para remover o Iceweasel (navegador padrão do Debian):
– Abra um terminal e como root faça. (opcional)

# aptitude remove iceweasel

3) Descompacte o arquivo baixado para /usr/local

# tar -jxvf firefox-xx.x.tar.bz2 -C /usr/local (onde "xx.x" é a sua versão do firefox)

4) Crie um link de /usr/lib/firefox/firefox para /usr/local

# ln -s /usr/local/firefox/firefox /usr/bin

5) Adicionando um atalho do Mozilla Firefox no Menu Aplicativos no painel do Gnome:

– Clique com o botão direito do mouse em Aplicativos -> Editar Menus, em seguida selecione em menus: Internet -> Clique em Novo Item (à direita), digite “Mozilla Firefox” (sem aspas) no campo nome, depois “firefox” (sem aspas no campo comando. Clique na imagem da “mola”(simbulo do lançador) para selecionar o ícone do firefox. Navegue até a pasta /usr/local/firefox/icons e selecione o arquivo mozicon128.png. Clique em ok e saia.

OBSERVAÇÃO:
6) Somente para instalação do Mozilla Firefox 32bits em GNU/Linux 64 bits: Caso dê a seguinte mensagem de erro, “error while loading shared libraries: libgtk-x11-2.0.so.0: cannot open shared object file: No such file or directory”, instale a32-libs-libnss3 e ia32-libs-gtk (erro causado por versão 32 bits do Mozilla Firefox  instalado em GNU/Linux 64 bits).

# aptitude update
# aptitude install a32-libs-libnss3 ia32-libs-gtk

DETALHE IMPORTANTE!

O firefox ira rodar, mas sem o suporte a Java e a FlashPlayer.

6) Para fazer com que o plugin Java funcione no Mozilla Firefox faça o procedimento abaixo:

# aptitude install sun-java6-jre sun-java6-plugin sun-java6-fonts

NOTA:

Para instalar o Java 7 siga os passos descritos nesse post. Clique Aqui.

7) Para que o FlashPlayer funcione corretamente é necessário a instalação do pacote:

# aptitude install flashplugin-nonfree 

Bom é isso, espero que tenha ajudado àqueles que estiverem querendo colocar o navegador da raposa no GNU/Linux Debian Squeeze 64 bits.

Acessando remotamente o MySQL

Há algum tempo atrás (cerca de 6 ou 7 meses) eu e um amigo meu estavámos desenvolvendo uma aplicação em PHP-GTK, ela tinha que ser disponibilizada para todos os clientes na rede, mas aí começou a dor de cabeça: como iriamos fazer para que as máquinas localizadas na rede, pudessem conectar ao banco de dados Mysql no servidor?

Leia mais deste post

Configurando o sudoers no Debian 6 Squeeze

Sudoers no Debian Squeeze

Pessoal,

Instalei recentemente o Debian 6 Squeeze, e ainda estou na fase de configuração pós-instalação, uma das primeiras coisas que sempre fazia era editar o /etc/sudoers para habilitar o sudo.

Mas para minha surpresa o arquivo de configuração não está no /etc.

Pois bem, após pesquisar muito pela internet descobri como resolver esse problema.

Siga uma dessas alternativas:

1º Você provavelmente não tem o pacote sudo instalado, então instale-o executado:

# aptitude install sudo

Não edite o arquivo manualmente com algum editor, edite usando sempre essa ferramenta:

# visudo

2º Se já tiver o sudo instalado, abra o terminal e digite:

$ su
# echo 'seu-nome-de-usuário ALL=(ALL) ALL' >> /etc/sudoers
Aqui você pode colocar as opções que desejar.

Pode colocar para não pedir senha ao executar como sudo. Para isso, ao invés de adicionar a opção anterior, basta adicionar a seguinte linha:
# echo 'seu-nome-de-usuário ALL=NOPASSWD ALL' >> /etc/sudoers

Bom é isso, espero ter ajudado.

Bloqueando o Ultrasurf

Bloqueando o Ultrasurf através do Netfilter/Iptables – versão 10.08

Creio que o UltraSurf é a maior dor de cabeça para qualquer administrador de rede e security officer na atualidade! Após várias análises em artigos, pesquisas e tentativas sem sucesso, decidi estudar melhor esta aplicação, onde consegui o bloqueio sem ter que fechar as conexões 443 nas redes dos clientes.

Leia mais deste post

OpenOffice larga Oracle: será independente, com nome LibreOffice

Muita gente não aprovou a compra da Sun pela Oracle. Nem mesmo desenvolvedores e pessoas diretamente ligadas a grandes projetos, como o OpenOffice. Um grande grupo de desenvolvedores decidiu desvincular a Oracle do OpenOffice. Como a marca é dela, criou-se o que alguns podem chamar de fork: uma continuação independente do OpenOffice, chamada LibreOffice.

Leia mais deste post

Como criptografar uma partição do HD

Encrypting hard disk partition

Autor original: Jesse Smith

Publicado originalmente no: distrowatch.com

Tradução: Roberto Bechtlufft

Pergunta do leitor preocupado com a privacidade de seus dados: Como posso criptografar uma partição?

Leia mais deste post

Instalando e utilizando o Zimbra

O Zimbra, é uma suite colaborativa de e-mail muito poderosa, cujo foco é ser uma alternativa livre ao Microsoft Exchange. Com suas duas versões disponíveis, a versão Network Edition (NE) e a Open Source, ele consegue, no mínimo equiparar-se a solução oferecida pela Microsoft, tendo a sua versão NE voltada a empresas que precisam de suporte e ferramentas de backup mais avançadas.

Leia mais deste post

Debian: servidor de arquivos, antivirus, lixeira e auditoria

  • Ambiente:
    • Sistema básico + Categoria Servidor de Arquivos
    • Disco de instalação (netinst-amd64)
  • Softwares utilizados: Samba+Clamav+Scannedonly
    • Samba: 3.2.5
    • Clamav: 0.95.2
    • Scannedonly: 0.15

Leia mais deste post