Debian 9.0 já tem nome definido como Zurg!

Como é de conhecimento de todos usuários da distribuição, os desenvolvedores do Debian vêm utilizando os nomes do Toy Story para os lançamentos do Debian. Agora, os desenvolvedores anunciaram que o Debian 9.0 será chamado Zurg!

Vamos aproveitar e relembrar os nomes que já foram utilizados?

  • Debian 1.2 “Rex”
  • Debian 1.3 “Bo”
  • Debian 2.0 “Hamm”
  • Debian 2.1 “Slink”
  • Debian 2.2 “Potato”
  • Debian 3.0 “Woody”
  • Debian 3.1 “Sarge”
  • Debian 4.0 “Etch”
  • Debian 5.0 “Lezzy”
  • Debian 6.0 “Squeeze”
  • Debian 7.0 “Wheezy”
  • Debian 8.0 “Jessie”
  • Debian 9.0 “Zurg”

Fonte: Portal Sempre Update

Anúncios

Conhecendo um pouco sobre Lua

A linguagem de programação LUA tem conquistado os desenvolvedores de programas e aplicações aos poucos, graças a sua simplicidade, leveza e “poder de fogo”, uma vez que pode ser usada para criação de scripts diversos, banco de dados e até programas.

Sua diversidade de utilização e portabilidade já conquistaram até mesmo a Microsoft, que fechou um acordo de parceria com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), local onde a linguagem nasceu, para integrar a LUA na plataforma .NET.

A linguagem de programação LUA é leve e poderosa, projetada para estender aplicações e usada como uma linguagem de propósito geral. Sua interoperabilidade é capaz de criar pontes entre sistemas diferentes através da criação de novos sistemas que facilitam essas conexões entre ASP e PHP, Windows e Solaris e outros exemplos que se possa pensar. LUA é, na verdade, uma biblioteca escrita em ANSI C compilada sem nenhuma modificação em qualquer plataforma que tenha um compilador compatível com o padrão, como Windows, Solaris, Linux ou Macintosh. Leia mais deste post

Cryptkeeper: Protegendo com senha uma pasta ou diretório no Linux

Suponha que você tenha uma pasta em seu diretório home, onde você armazena arquivos de documentos seguros que você não quer que ninguém acesso-o sem senha. Dessa forma, mesmo se alguém conseguir obter um controle de seu computador e acessar o seu diretório home, há ainda uma outra linha de defesa para seus arquivos privados.

Cryptkeeper é um applet da bandeja do sistema Linux que gerencia pastas criptografadas. Debaixo dele, encfs , que é um sistema de arquivo criptografado com base em FUSE, lida com encriptação / desencriptação transparente. Leia mais deste post

Backup / Restauração de aplicativos instalados no Debian GNU/Linux

Sempre que atualizamos um sistema Debian GNU/Linux e derivados, precisamos gastar alguns dias reinstalando os aplicativos que nos habituamos a usar. Alguns deles usamos todos os dias e estes são fáceis de lembrar. Alguns outros, usamos esporadicamente, mas mesmo assim são importantes em uma ocasião ou outra. E tem também aqueles aplicativos que executamos via cron e que frequentemente nos esquecemos.

O melhor mesmo seria, antes de reinstalar um sistema, gerar uma lista com tudo que estiver instalado para posteriormente instalar no novo sistema.

Esta lista pode ser gerada com o comando:

dpkg --get-selections

O resultado é uma lista dos pacotes instalados em nosso sistema:

accountsservice                    install
acl                                install
acpi-support                       install
acpid                              install
activity-log-manager-common        install
add-apt-key                        install
adduser                            install
akonadi-backend-mysql              install
... várias linhas omitidas

Para criar um arquivo com esta lista:

dpkg --get-selections > debianlist.txt

Este comando irá gravar no arquivo debianlist.txt todos os pacotes que foram instalados em seu sistema atual.

dpkg --set-selections < debianlist.txt

Finalmente, para realizar a instalação a partir da lista gerada:

sudo apt-get -u dselect-upgrade

Como o arquivo gerado com o comando dpkg –get-selections > debianlist.txt conterá uma relação com vários programas, muitos estarão assinalados com “deinstall”. Por exemplo:

aisleriot                        deinstall
akonadi-backend-mysql            deinstall
akonadi-server                   deinstall
akregator                        deinstall

Para resolver esse problema e eliminar da lista os programas marcados com “deinstall”, você pode usar:

dpkg --get-selections | grep -v deinstall > debianlist.txt

Importante, os arquivos de configuração do diretório /etc precisam ser copiados de seu sistema antigo, pois este procedimento faz apenas a instalação do software, nenhuma customização é realizada. Esta lista pode também ser usada como um backup da configuração de seu sistema. Vale a pena manter um backup desta lista em um outro computador, em conjunto com um backup do diretório /etc/.

Referência: #45: Backing up a Debian package list

Como Instalar o Oracle Java 7 no Debian via Repositório

UPDATE: ESTE HOW-TO FUNCIONA TAMBÉM PARA A ÚLTIMA VERSÃO DO DEBIAN (WHEEZY).

Boa tarde a todos, bom como todos sabem o Debian e algumas outras distribuições linux não oferecem mais suporte oficial ao Java da Oracle por questões de licenças da Oracle. Pois bem, esta dica vem para ajudar àqueles que estão tendo problemas com internet banking, etc.

Essa dica destina-se à usuários do Debian que desejam instalar e manterem-se atualizados com as últimas versões do Oracle Java 7 (JDK7): o WebUpd8 Java 7 PPA funciona no Debian também já que o pacote é apenas um instalador e tudo que você tem a fazer é adicionar manualmente o repositório PPA em Fontes de Aplicativos.

Para adicionar o repositório PPA do WebUpd8 Oracle Java para as fontes de aplicativos no Debian (testado em Debian Squeeze 64 bits, mas deve funcionar com qualquer versão do Debian), use os seguintes comandos:

# echo "deb http://ppa.launchpad.net/webupd8team/java/ubuntu precise main" > /etc/apt/sources.list.d/webupd8team-java.list
# echo "deb-src http://ppa.launchpad.net/webupd8team/java/ubuntu precise main" >> /etc/apt/sources.list.d/webupd8team-java.list
# apt-key adv --keyserver keyserver.ubuntu.com --recv-keys EEA14886
# apt-get update
# apt-get install oracle-java7-installer

E é isso, o Oracle Java 7 (ambos JDK7 e JRE7) agora deve está instalado e você deve receber atualizações automáticas com futuras versões do Oracle Java 7, sobre o Debian.

Até mais.

Instalando Mozilla Firefox, Java e Flash no Debian 6 Squeeze 64 bits

Olá a todos, depois de muito tempo longe do blog, hoje mostrarei como instalar o Mozilla Firefox com Plugin Java e Plugin Flash no GNU/Linux Debian 6 Squeeze 64 bits.

Importante: O Firefox no site da Mozilla esta compilado para GNU/Linux 32bit ou x86. Então vai apresentar erros se instalado em versões GNU/Linux 64 bits. (sem suporte a flash e sem suporte a java).
Para que o Firefox funcione corretamente, você deve baixar a versão 64bits do FTP da propria Mozilla baixe aqui.

1) Baixe a versão 64 bits do Firefox aqui.

2) Para remover o Iceweasel (navegador padrão do Debian):
– Abra um terminal e como root faça. (opcional)

# aptitude remove iceweasel

3) Descompacte o arquivo baixado para /usr/local

# tar -jxvf firefox-xx.x.tar.bz2 -C /usr/local (onde "xx.x" é a sua versão do firefox)

4) Crie um link de /usr/lib/firefox/firefox para /usr/local

# ln -s /usr/local/firefox/firefox /usr/bin

5) Adicionando um atalho do Mozilla Firefox no Menu Aplicativos no painel do Gnome:

– Clique com o botão direito do mouse em Aplicativos -> Editar Menus, em seguida selecione em menus: Internet -> Clique em Novo Item (à direita), digite “Mozilla Firefox” (sem aspas) no campo nome, depois “firefox” (sem aspas no campo comando. Clique na imagem da “mola”(simbulo do lançador) para selecionar o ícone do firefox. Navegue até a pasta /usr/local/firefox/icons e selecione o arquivo mozicon128.png. Clique em ok e saia.

OBSERVAÇÃO:
6) Somente para instalação do Mozilla Firefox 32bits em GNU/Linux 64 bits: Caso dê a seguinte mensagem de erro, “error while loading shared libraries: libgtk-x11-2.0.so.0: cannot open shared object file: No such file or directory”, instale a32-libs-libnss3 e ia32-libs-gtk (erro causado por versão 32 bits do Mozilla Firefox  instalado em GNU/Linux 64 bits).

# aptitude update
# aptitude install a32-libs-libnss3 ia32-libs-gtk

DETALHE IMPORTANTE!

O firefox ira rodar, mas sem o suporte a Java e a FlashPlayer.

6) Para fazer com que o plugin Java funcione no Mozilla Firefox faça o procedimento abaixo:

# aptitude install sun-java6-jre sun-java6-plugin sun-java6-fonts

NOTA:

Para instalar o Java 7 siga os passos descritos nesse post. Clique Aqui.

7) Para que o FlashPlayer funcione corretamente é necessário a instalação do pacote:

# aptitude install flashplugin-nonfree 

Bom é isso, espero que tenha ajudado àqueles que estiverem querendo colocar o navegador da raposa no GNU/Linux Debian Squeeze 64 bits.

Configurando o sudoers no Debian 6 Squeeze

Sudoers no Debian Squeeze

Pessoal,

Instalei recentemente o Debian 6 Squeeze, e ainda estou na fase de configuração pós-instalação, uma das primeiras coisas que sempre fazia era editar o /etc/sudoers para habilitar o sudo.

Mas para minha surpresa o arquivo de configuração não está no /etc.

Pois bem, após pesquisar muito pela internet descobri como resolver esse problema.

Siga uma dessas alternativas:

1º Você provavelmente não tem o pacote sudo instalado, então instale-o executado:

# aptitude install sudo

Não edite o arquivo manualmente com algum editor, edite usando sempre essa ferramenta:

# visudo

2º Se já tiver o sudo instalado, abra o terminal e digite:

$ su
# echo 'seu-nome-de-usuário ALL=(ALL) ALL' >> /etc/sudoers
Aqui você pode colocar as opções que desejar.

Pode colocar para não pedir senha ao executar como sudo. Para isso, ao invés de adicionar a opção anterior, basta adicionar a seguinte linha:
# echo 'seu-nome-de-usuário ALL=NOPASSWD ALL' >> /etc/sudoers

Bom é isso, espero ter ajudado.

Mais informações sobre o lançamento do novo Debian

Após 24 meses de constante desenvolvimento, o Projeto Debian tem o prazer de apresentar sua nova versão estável 6.0 (codinome Squeeze). O Debian 6.0 é um sistema operacional livre, vindo pela primeira vez em dois sabores. Ao lado do Debian GNU/Linux, o Debian GNU/kFreeBSD é introduzido com esta versão como uma prévia da tecnologia.

Leia mais deste post